04 estados emocionais que podem te causar problemas

04 estados emocionais que podem te causar problemas

As emoções são de extrema importância para nossas vidas, elas atuam como bússolas emocionais que são muito úteis para nos alertar sobre como andam as coisas.

Porém se não estamos atentas a elas podemos acabar criando estados emocionais desequilibrados que podem causar grandes problemas.

No artigo de hoje queremos te mostrar 04 estados emocionais importantes e quais são e as dificuldades que podem te gerar se você não mantê-los em equilíbrio.

Ansiedade

Muitas pessoas falam sobre isso hoje, mas às vezes sem entender o que realmente é. O fato é que todos nós teremos ansiedade, mas de uma forma saudável, isso porque ela é um instinto de sobrevivência.

Ela aparece a partir da percepção de perigo ou risco de alguma natureza e desencadeia uma série de reações físicas e emocionais.

Todo esse desconforto faz com que você esteja alerta e aja sobre a situação buscando sobrevivência.

Por exemplo:

Situação: Você tem uma apresentação no trabalho amanhã | Reação: o medo de esquecer o que se deve falar faz com que você se prepare.

Porém, quando a ansiedade vem em forma patológica ela te traz uma sensação constante de ter que se preparar, ou estar de em perigo, mesmo sem motivo. Isso a longo prazo te deixa estressada e pode até te levar a crises de pânico.

Raiva

A raiva pode vir um sentimento de frustração ou indignação sempre em relação às expectativas que temos em relação à vida ou ao comportamento do outro, mesmo que não estejamos conscientes delas.

É difícil de lidar por não ser socialmente aceita, principalmente em nós, mulheres, devido a comentários reduzindo e desmerecendo nossa emoção ou mesmo a validade do nosso sentimento:
“Tá de TPM?”
“Mulheres são dramáticas”

Quando percebemos dificuldades em gerir a nossa raiva, precisamos entrar em contato com ela para não sermos dominadas por ela.

Antes de tudo você precisa se conhecer e perceber quando atinge seu limite. Cada pessoa tem seus sinais, pode ser coração disparado, responder mais rápido, aumentar a voz, perceber seu corpo agitado, etc. Observe e encontre o seu.

Os momentos de crise começam quando você chega ao ponto de ignição, quando isso estiver para acontecer pode ser que você sinta descontrole e tenda a explodir de raiva ou engolir tudo isso e ficar mal.

Nenhum desses extremos é saudável, “engolir” a raiva, ou liberá-la de qualquer forma em qualquer pessoa só vai te trazer mais problemas. Engolir o sentimento de raiva é o mesmo que inalar a fumaça do incêndio: te intoxica. Já as consequências de uma explosão podem ser terríveis.

Stress

Diferente da ansiedade, que tem a função de nos preparar para o futuro, as reações de estresse servem para te fazer reagir adequadamente a situações do presente.

Seja no meio de uma discussão, correr atrás do ônibus ou simplesmente atender a uma demanda de emergência no trabalho, reações químicas de stress são importantes para que você não fique impassível frente aos acontecimentos ao seu redor.

O problema é que, depois de ser exposta a estressores por um longo período de tempo e com muita frequência, o seu cérebro precisa de ajuda para entender que esse estresse passou, e para isso ele precisa se equilibrar quimicamente.

Mas se esse equilíbrio neuroquímico não acontece, você terá sinais de estresse crônico, que incluem alterações de humor, de sono, de apetite, etc. É o início de um quadro de burnout.

O ideal é cuidar disso o quanto antes, caso contrário levará muito tempo para se recuperar.

Desânimo

Diferente do cansaço físico, o desânimo é a dificuldade de iniciar tarefas por razões emocionais.

É importante entender que nem todo desânimo caracteriza um quadro depressivo. “Desanimar” também é uma capacidade humana comum a todos nós.

Pode ser um convite ao recolhimento necessário para rever os elementos e ciclos da sua vida. Pode ser necessário depois de períodos estressantes ou perdas na sua vida.

Normalmente, há um “gatilho” ou “causa” de desânimo – por exemplo, um término recente e inesperado que de te deixou sem chão – mas nem sempre é facilmente identificável.

Se esse for seu caso é importante refletir sobre o que anda acontecendo em sua vida perceba se é o caso de você se recolher para “curar” algum desgaste que aconteceu.

Também é importante reagir ou agir. Mas se prepare, porque por mais que possa parecer algo simples, sair da inércia de estar “parado” é bastante complexo, pois, normalmente, acontece junto de uma série de pensamentos que te mantém sem nada fazer e aumentam o desânimo.

Desânimo

Para colocar em equilíbrio essas emoções você precisa se demorar nelas, sentir e entender o que está lá, isso também te ajudará a descobrir coisas importantíssimas sobre si mesma.

Se demorar nas emoções não significa ser levada por elas e perder o controle das suas ações, muito pelo contrário!

Aqui estamos falando sobre dar a atenção devida para entender o que os teus sentimentos estão alertando e usar isso a seu favor vai te trazer equilíbrio e cuidado diferenciado para sua vida.

Aqui vão duas sugestões para aumentar seu conhecimento sobre o tema:

Filme: Divertidamente – É bastante divertido e profundo, te ajuda a entender o papel de cada emoção e como a gestão e acolhimento de cada uma delas é necessária.

Livro: Você no controle das suas emoções  – Nesse livro digital nós aprofundamos em cada um dos temas tratados e ensinamos exercícios que te ajudam a se reequilibrar.

Lembre-se que as emoções estão ali por um motivo e esse motivo pode (e deve) ser olhado com cuidado para que você possa compreender melhor seu mundo interno. Com isso, será possível mudar a forma como você age com relação a si e ao mundo, tornando tudo mais claro.

Psicodesafie-se

A Psicodesafie-se ajuda mulheres a desenvolverem seus plenos potenciais e melhorarem a forma de se relacionarem consigo e com o mundo ao seu redor. Trabalhamos para criar produtos que desenvolvam o seu potencial para melhorar sua autoestima, autocuidado e desenvolvimento pessoal. Para isso, usamos nossos conhecimentos de psicologia e terapias integrativas, tudo de forma socialmente responsável e ética, buscando alcançar o maior número de pessoas possíveis.

Related Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.