A importância da concentração

A importância da concentração

Em um mundo cada vez mais conectado, somos bombardeados por notificações e informações, afetando assim nossa habilidade de concentração.

A falta de concentração atualmente está muito associada ao nosso lifestyle. Estamos constantemente realizando várias tarefas ao mesmo tempo, acompanhando as notificações das mídias sociais e mensagens de grupos do WhatsApp.

Fazer duas coisas ao mesmo tempo, parece tão inteligente, tão eficiente, tão moderno! Mas é claro que muitas vezes significa fazer duas coisas não muito bem.

Estimular a concentração é essencial para que possamos desenvolver um cérebro saudável e ativo. Quanto mais você exercitar o seu cérebro para prender sua atenção a um elemento ou atividade, mais ele saberá qual é a hora de se concentrar em uma só atividade sem receber nenhuma interferência externa.

A concentração é uma das partes do Yoga. Durante as aulas, exercitamos nossa concentração mantendo nossa atenção na respiração ou em alguma parte do nosso corpo. A respiração consciente é uma das mais poderosas técnicas utilizadas nas práticas de Yoga para ajudar a mente a se concentrar. Concentrar é um estado da mente e significa que a mente está focada em um único ponto. Em geral nossa mente está sempre se movendo e quando ela se move é desafiador pensar apenas em um assunto.

Concentrar é ser capaz de esquecer o mundo à volta e colocar toda a sua consciência em uma única coisa. Segundo Gloria Arieira, concentrar não se trata somente de fixar a mente em um ponto, mas de estabilizá-la em algum assunto como exercício.  O exercício de concentração, disciplina a mente, possibilitando a meditação como diz Sri Krsna no verso 6.26 da Bhagavadgita.

Segundo Osho, a concentração é a restrição da consciência. Quanto mais restrita ela se torna mais poderosa ela será. Para se concentrar é necessário esforço. A concentração não é natural para a mente. É natural da mente se dispersar. Dharana em sânscrito significa concentrar. A concentração é um dos pré-requisitos para a meditação.

Segundo B,K,S Iyengar, em Luz sobre o Yoga, Dharana é quando o indivíduo está totalmente concentrado em um único ponto ou tarefa que o absorve completamente. Ele completa dizendo que é preciso pacificar a mente para atingir esse estado de completa absorção. A mente é um instrumento que classifica, julga e coordena as impressões do mundo exterior, assim como as que surgem dentro do indivíduo.

Sente-se com a pernas cruzadas mantendo sua coluna ereta e seu queixo paralelo ao solo. Leve toda a sua atenção para a sua respiração. Apenas observe a entrada e saída de ar através de suas narinas. Coloque uma mesma contagem mental para sua inspiração e sua expiração. Leve toda a sua atenção para a sua contagem mental. Quando levamos nossa atenção para nossa respiração há um cessar das oscilações da mente nos permitindo estar em nosso momento presente.

Faça este exercício na prática acessando este link.

Boa prática! Até a próxima leitura.

Namastê – Adri Borges.

Adri Borges

Adri Borges

Estilista pós graduada em Moda pela Faculdade Santa Marcelina
Formada em Yoga
Formada em Ballet Clássico

Related Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *