Medito, logo existo

Medito, logo existo

Para viver basta existir?

Basta apenas existir sem propósito algum ou sem conhecer a sua verdadeira essência? Te faço um convite para essa reflexão.

Você será capaz de ir ao encontro de sua essência, seu verdadeiro EU e estar alinhado com seus propósitos de VIDA.

Mas, antes disso apenas feche os olhos, inspirando e expirando por suas narinas. Mantenha sua atenção apenas na sua respiração. Ouça tudo o que eu disser filtrando apenas o que for interessante a você. Faça um mergulho profundo no oceano que é a sua mente. Saia da superfície. Não se deixe enganar pelo reflexo da sua imagem projetada nas águas deste oceano.

O reflexo da sua imagem na superfície pode mostrar uma imagem distorcida do que realmente você é. Mergulhe de cabeça na sua essência única e legítima, sem medo. Abstraia-se das opiniões alheias e de pensamentos que não são seus.

Apenas mergulhe profundo neste oceano de águas límpidas e claras sem ego e pré julgamentos. Não se apegue a nenhum pensamento, ou ideia existente. Há algo muito mais além do mental nas profundezas do seu oceano.

Atenção: seja vigilante!
Faça sua auto análise. Seja seu próprio observador. Trate-se com amorosidade mas com imparcialidade.

Através deste mergulho profundo, que é a meditação, sem crenças e abstrações, você será capaz de ir ao encontro de sua essência, seu verdadeiro EU e estar alinhado com seus propósitos de VIDA. Neste instante você não precisa ser nada, você não precisa ser ninguém. Aqui você simplesmente existe.

Penso, que quando medito, logo existo!

Vamos meditar? Acesse o link

Até a próxima leitura.

Namastê – Adri Borges.

Adri Borges

Adri Borges

Estilista pós graduada em Moda pela Faculdade Santa Marcelina
Formada em Yoga
Formada em Ballet Clássico

Related Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *