Apareça nos resultados de busca do LinkedIn

Apareça nos resultados de busca do LinkedIn

Trabalho com busca ativa de profissionais no LinkedIn desde 2012, com o intuito de preencher vagas cujas habilidades técnicas sejam mais difíceis de serem encontradas e a demanda exija certa “disputa” entre as empresas, já que raramente estes profissionais estão fora do mercado de trabalho e por isso não respondem proativamente a um anúncio de vaga de emprego.

Ao longo desses nove anos, foram muitos os que me perguntaram e ainda perguntam: “Como você chegou ao meu perfil?”.  Hoje, com a grande disseminação de informações a respeito do LinkedIn de como, por exemplo, obter um perfil campeão e ter um desempenho diferenciado na rede, alguns até arriscam opinar que os encontrei utilizando palavras-chave, o que é sim uma realidade, mas que deve ser melhor explicada e interpretada.

Os recrutadores costumam utilizar bastante a consulta por habilidade.

Você já ouviu falar em Boolean Search? Em linguagem bem simples, trata-se de uma combinação de termos que, em conjunto, facilitam a ocorrência dos resultados de acordo o perfil que buscamos. Por exemplo, o uso de aspas, do termo AND, OR, etc. A ferramenta Recruiter do LinkedIn facilita bastante o trabalho dos recrutadores, por já sugerir alguns filtros booleanos. Aliás são diversos os filtros que a ferramenta permite utilizar.

A exibição dos perfis obedece a um ranking realizado pelos algoritmos do LinkedIn, que combina perfil, atividades e conexões da pessoa que está pesquisando, levando em consideração ainda o histórico de pesquisas para prever resultados mais relevantes para o pesquisador. Dentre outra variedade de fatores.

Mas para que o seu perfil possa ter a chance de aparecer nos resultados de uma pesquisa, você precisa se atentar para algumas dicas.

Complete seu perfil

Insira suas experiências profissionais, colocando o nome do cargo atual e os anteriores. Utilize nomenclaturas padrões para os cargos, aquelas comumente utilizadas pelas empresas, pois será dessa forma que o pesquisador fará a consulta.

Adicione as principais responsabilidades em cada experiência, para que o recrutador tenha acesso quando o seu perfil aparecer nos resultados. Nosso trabalho é bastante dificultado quando não conseguimos identificar estas informações e, na dúvida, você pode acabar não sendo contatado.

Adicione habilidades

Os recrutadores costumam utilizar bastante a consulta por habilidade. Priorize aquelas que você domina e já teve a oportunidade de experimentar na prática.

Conecte-se com perfis com quem você já teve relacionamento profissional

Quanto mais conexões de 1º grau você tiver, maior a probabilidade de ter uma conexão em comum com o recrutador, o que facilita o aparecimento nos resultados de busca, já que o LinkedIn prioriza conexões de 1º e 2º graus em comparação a conexões de 3º grau para rankear os resultados.

Insira palavras-chave mas não exagere

Isso mesmo, nem sempre encher o seu perfil com palavras-chave garantirá o aparecimento nas pesquisas. Pelo contrário, é possível que seja filtrado por algoritmos de detecção de spam, afetando negativamente a ocorrência do seu perfil nas pesquisas.

Ainda que você não esteja em busca de uma outra oportunidade no momento, vale a pena dedicar um tempo ao preenchimento das informações no LinkedIn, pois pode surgir a possibilidade de um contato que trará informações relevantes sobre a dinâmica do mercado de trabalho e da sua profissão, gerando insights importantes sobre o desenvolvimento da sua carreira.

Alice Castro Nunes

Alice Castro Nunes

Consultora de carreira e recolocação profissional para mulheres
Telefone/WhatsApp: +55 21 99106-6708
Insta: @alicecastronunes
Linkedin: alicecastronunes

Related Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *