10 erros para não cometer na entrevista de emprego

10 erros para não cometer na entrevista de emprego

A entrevista de emprego é considerada uma das etapas mais críticas e decisivas em um processo de seleção e é bastante comum que profissionais apresentem insegurança, nervosismo e ansiedade nesta hora, o que pode acabar comprometendo um desempenho satisfatório e a eventual contratação para a vaga em questão.

Se para candidates a tarefa é árdua, para as empresas não é muito diferente. É o que apontou a 15ª edição do Índice de Confiança da consultoria de recrutamento Robert Half, divulgado neste mês de março de 2021, em que 45% des recrutadores afirmam ser difícil avaliar habilidades comportamentais durante uma entrevista de emprego.

Fica fácil imaginar que diante da grande responsabilidade em contratar a pessoa certa, qualquer deslize pode resultar na sua não aprovação nesta etapa. A boa notícia é que você pode se preparar e escapar de algumas armadilhas, ficando mais próxime de receber o tão sonhado “SIM”.

Para isso, listei 10 erros para você não cometer na entrevista de emprego. Vamos lá?

1 – Não estruturar um discurso profissional

Garanta que você conseguirá trazer todas as informações necessárias e relevantes sobre a sua trajetória profissional, elencando as competências comportamentais e técnicas adquiridas em suas experiências profissionais e de que forma foram úteis para que você obtivesse resultados positivos para as suas atividades, para a equipe e para a empresa como um todo. Da mesma forma, estas informações deverão estar alinhadas com a vaga para a qual você se candidatou.

Liste metas que você alcançou na empresa anterior, processos de trabalho que você otimizou, seus diferenciais dentro da antiga equipe, da área e da empresa em geral.

2 - Falar mal da empresa anterior

Pode acontecer de ter havido incompatibilidade de ideias, de você não ter se adaptado à cultura da empresa, não ter conseguido conquistar o espaço que desejava para a sua carreira, etc. Nesses casos, é preciso que você saiba se posicionar sobre estas situações da forma mais leve possível, sem apontar indiscriminadamente os erros cometidos pela empresa ou pela gestão anterior.

Procure concentrar o seu discurso no que você busca para a sua vida profissional, especialmente naquilo que você sabe que poderá conquistar na empresa onde está pleiteando a vaga.

3 – Não estudar sobre a empresa

Sempre estude muito sobre a empresa antes de ir para uma entrevista. Além de visitar o website, pesquise por notícias sobre ela e também relacionadas ao setor em que atua.

Se tiver a oportunidade, converse com alguém que trabalhe na empresa, pois isso ajudará muito não só a formar opiniões consistentes como também encontrar pontos de convergência entre a sua carreira e o que a empresa tem a oferecer, assim como compatibilidade entre valores pessoais.

4 – Apresentar objetivos de carreira divergentes do que a empresa poderá oferecer

Concilie o discurso sobre os seus anseios de carreira com o que a empresa poderá lhe oferecer. Não adianta, por exemplo, você demonstrar como objetivo fazer carreira no exterior se a empresa não tiver planos para se internacionalizar. Ou almejar chegar a alguma posição que não exista na estrutura da empresa.

Mencionar objetivos ligados a concursos públicos ou carreira acadêmica também são exemplos comuns que vemos em entrevistas de emprego e que devem ser evitados.

5 – Superestimar conhecimentos

Somente se comprometa com as habilidades que você realmente possui, como o nível de inglês, de Excel ou de outras ferramentas e conhecimentos, pois o que você disser poderá ser testado e se mentir poderá ficar em uma situação extremamente desconfortável, além de fechar as portas para futuras oportunidades na empresa e que estarão mais aderentes aos seus conhecimentos e habilidades.

6 – Não saber falar sobre os seus pontos a desenvolver

Ninguém tem todas as competências do mundo e ao longo da nossa carreira estamos sempre desenvolvendo novas competências comportamentais. Dito isto, não dá mais para aceitar que candidates digam que seus pontos fracos são ansiedade e perfeccionismo. Primeiro porque ninguém vai aceitar essas respostas. E segundo porque quem não reconhece o que precisa melhorar ficará estagnade ou cometendo os mesmos erros sempre.

Uma boa forma de identificar estes pontos a desenvolver é listar situações em que os resultados obtidos não saíram conforme o esperado. O que você precisaria ter feito de diferente e quais características poderiam ter ajudado? Procure resgatar exemplos em que você tenha tido a oportunidade de já começar a desenvolver estas competências.

7 – Se aprofundar em assuntos de ordem pessoal

Mantenha uma relação cordial com a pessoa que está te entrevistando, evitando ter a iniciativa de entrar em assuntos que estejam fora do contexto da entrevista e que possam trazer desconforto ou serem mal interpretadas.

Atenha-se em responder os questionamentos que forem feitos sobre a sua vida pessoal. Da mesma forma, aguarde que a pessoa verbalize querer saber mais sobre determinado ponto específico ao invés de sair entregando a sua vida toda de bandeja.

8 – Não ter uma pretensão salarial pré-definida

Muitas empresas inclusive não divulgam o salário da vaga.

Antes de ir para a entrevista determine a remuneração que você acredita ser justa de acordo com a sua experiência, mas determine também um mínimo aceitável, pois os benefícios oferecidos podem compensar a remuneração um pouco inferior, assim como as oportunidades de desenvolvimento que a posição poderá trazer para a sua carreira.

Em determinadas plataformas na internet é possível ter acesso à média salarial atribuída pelo mercado de trabalho a muitos cargos.

9 – Se atrasar para a entrevista

Ao menor sinal de que você poderá se atrasar para a entrevista, entre em contato imediatamente com a empresa para avisar e se certificar de que poderão lhe receber após o horário agendado ou se irão preferir remarcar.

Para não correr este risco, programe-se para chegar com uma hora de antecedência ao local da entrevista. Mas somente anuncie a sua chegada quinze minutos antes do horário agendado, para que o RH não se sinta desconfortável por deixar você muito tempo aguardando o início da entrevista.

10 – Falta de estrutura para participação em uma entrevista online

Tem sido cada vez mais comum vermos entrevistas sendo realizadas de maneira remota, principalmente em tempos como o que temos vivido durante a pandemia.

Certifique-se de estar em um lugar tranquilo, sem sofrer interferências e de possuir uma excelente conexão de internet.

Um bom enquadramento seu na câmera e uma postura adequada também são essenciais. Mantenha a postura ereta, sem se encolher para dentro da cadeira e também sem se projetar demais para frente e prefira deixar suas mãos pousadas sobre a mesa.

alice castro nunes

Alice Castro Nunes

Consultora de carreira e recolocação profissional para mulheres
Telefone/WhatsApp: +55 21 99106-6708
Insta: @alicecastronunes
Linkedin: alicecastronunes

Related Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *