Os grandes desafios do empreendedor no Brasil

Os grandes desafios do empreendedor no Brasil

Quantas vezes você já ouviu, que empreender no Brasil é coisa de doido? Já soltaram essa gracinha para você? É um paradoxo, entre o “glamour” e a “dó” dos olhares vindo das pessoas, não é?

A partir do momento em que decidir empreender, siga sua jornada, seu propósito! Independente das críticas, dificuldades e pseudo conselhos, obviamente que isso deve ser pautado por sua real satisfação do seu projeto.

A insistência, perseverança ou resiliência, devem ser usadas com inteligência para não virar “murro em ponta de faca”. Existe uma pesquisa do Sebrae, (SOBREVIVÊNCIA DAS EMPRESAS NO BRASIL – 2013) que aponta que mais de 20% das empresas morrem em até 2 anos.

Mas essa dificuldade no país dar-se por algumas razões:

Políticas públicas

Pelas políticas públicas para os pequenos e micro empresários, ou seja, existe pouco apoio do poder público.

Legislações complexas

É impossível ter uma empresa no Brasil, se não tiver o mínimo de conhecimento administrativo, sem um contador legal, sem conhecimentos da CLT, sem auxilio de consultorias ou do próprio Sebrae. Mesmo que você opte pela informalidade, é necessário saber quais serão seus riscos nessa escolha.

Educação financeira

Infelizmente a grande maioria da população são sabe mexer com dinheiro. Não existe essa matéria nas escolas, assim como não existe intenção que as pessoas sejam inteligentes financeiramente. Não estou dizendo em ser rico, em poupar, investir, não! Estou dizendo o básico mesmo, saber a diferença de faturamento e lucro líquido, muitos pequenos empresários acham que ganham o valor que a empresa fatura, muito errado. Ou não sabem lidar com um fluxo de caixa. Isso não é demérito, mas é necessário se preocupar e estudar.

Mão de obra

Material humano, como é desafiador esse item. Fiz uma breve pesquisa com amigos empreendedores e 90% disseram ser essa a maior dificuldade. No meu entendimento, um dos motivos é o estigma que o patrão é sempre o maior inimigo do funcionário. Também tem a turma dos sindicalistas, a turma do finge que estou fazendo, a turma da espera do seguro desemprego, a turma que não tem formação, a turma que… enfim

Esse é um problema real, mas a engrenagem tem que funcionar. Então minhas dicas, baseada na minha experiência/vivência são:

Política

Esse item é diretamente relacionado à política. Precisamos estudar mais os candidatos, antes de votar. Exercer a cidadania.

Apoio profissional

Quem empreende e sonha com grandes voos, principalmente precisa ter apoio de bons profissionais, advogado, contador e/ou uma consultoria empresarial séria. Esses profissionais, se bem contratado, o gasto é bem investido. Mas se fizer escolhas ruins, pode pagar preços caros.

Mão na massa

Como disse, é necessário estudar, melhorar os controles. Aliás não existe gestão sem controle. É colocar a mão na massa. Dá trabalho, mas é imprescindível.

Expectativas

Diminua a expectativa. Funcionário não vai ter a mesma visão que você e ponto. Será rara a contratação de alguém que tenha uma mente empreendedora, vista do patrão e que realmente pense na empresa com carinho. Na maioria das vezes, serão decepções. Tente ter a empresa mais desenhada, manuais, organogramas, fluxogramas. Isso ajudará as reposições de pessoas com mais eficiência. Se possível dê oportunidades para o primeiro emprego, para pessoas mais velhas, para mulheres com filhos, evite rotular as pessoas. Gaste tempo na entrevista, dedique-se a isso.  Não permaneça muito tempo com uma pessoa ruim, pois enquanto está com a ruim, está perdendo a oportunidade do bom. Não misture sua vida pessoal com a de seus funcionários. E por fim não perca a esperança “try again”.

Como eu adoraria ter esse recado, quando fui empreender!

Espero que tenha aberto a visão de vocês, de forma simples e usual. Minha intenção não é levar a “verdade absoluta”, pois isso não existe, cada caso é um caso. Mas gostaria de abrir o leque de possibilidades, mais olhares, mais analises e quem sabe mais eficiência com isso.

Um abraço, até o próximo artigo.

Luciana Conceição

Luciana Conceição

Consultora empresarial
Formada em Administração com Planejamento Empresarial pelo Uninove, pós graduada em Gestão de Negocios e MKT pela ESPM. Há 25 anos no ramo de administração, ex docente do Senai, há 8 anos empreendendo.
11 99555-9899
luciana@reinodochurrasco.com.br

Related Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *